Gestão de TI

Desvendando os modelos de serviços em Cloud (Nuvem): SaaS, PaaS e IaaS


O modelo tradicional, em que as empresas compram servidores e softwares, tem passado por uma grande transformação desde que o Cloud Computing (Computação em Nuvem) tornou-se cada vez mais presente nas empresas das grandes metrópoles. Com isso, surgiram 3 novos modelos de serviços: SaaS, PaaS e IaaS.

Acredito que desde o atentado das Torres Gêmeas em 11 de setembro de 2001, muito começou a se questionar sobre a segurança dos dados e proteção das informações. Muitas empresas que tinham escritórios em ambas as torres, mantinham o seu backup na torre ao lado. Empresas que foram afetadas com o atentado em ambas as torres, perderam todas as suas informações.

Com o Cloud computing, os dados da empresa não precisam estar sob o mesmo teto de suas instalações. Os dados podem ser acessados remotamente em uma estrutura fora da empresa, na Internet, em uma “nuvem” de dados.

Assim, à medida em que as empresas foram migrando para a nuvem, foram se moldando aos tipos de serviços oferecidos no formato de Cloud Computing.

Atualmente existem 3 tipos de modelos de serviços em Cloud Computing, ordenados por complexidade de contratação:

  • SaaS, Software-as-a-Service (Software como um serviço);
  • PaaS, Platform-as-a-Service (plataforma como um serviço);
  • e IaaS, Infrastructure-as-a-Service (infraestrutura como um serviço).

SaaS, Software-as-a-Service (Software como um serviço)

Provavelmente você não está ligando o nome à pessoa, mas provavelmente você já é um usuário de SaaS.

SaaS é quando você contrata um software que antes era adquirido em uma mídia física e instalado no seu computador, mas agora você contrata pagando uma mensalidade. Um exemplo é o Microsoft Office 365 e o Adobe Creative Cloud, pacote da Adobe que inclui o Adobe Photoshop.

Hoje as pequenas e médias empresas já contrataram software de CRM, como o HubSpot CRM (GRÁTIS!), SalesForce e Pipedrive, e de Gestão Financeira, como o Conta Azul e o Quickbooks. Já faz parte do dia a dia das empresas.

A sua única preocupação é saber como usar esse tipo de software contratado como serviço e ter acesso a um computador com um navegador (browser), sem dor de cabeça para instalar softwares ou abrir chamado com T.I.

PaaS, Platform-as-a-Service (plataforma como um serviço)

Se existem empresas contratando o SaaS, existe o outro lado, as empresas que desenvolveram suas aplicações no formato SaaS como modelo de negócio, como também aquelas empresas que tiveram que migrar suas aplicações internas para o modelo em Nuvem.

As empresas que desenvolvem, além de terem que programar seus códigos e suas versões de atualizações, precisam gerenciar os sistemas operacionais, servidores em nuvem, armazenamento das informações e mais.

Assim, surgiu o PaaS, empresas que oferecem uma plataforma de recursos que podem dar suporte ao desenvolvedor, para que ele foque no seu código, enquanto o PaaS é o seu apoio no gerenciamento e entrega de sua aplicação.

Você já deve ter ouvido falar de algumas dessas PaaS: Amazon Web Services (AWS), Microsoft Azure, Red Hat’s Open Shift, Heroku, Google App Engine, RackSpace, etc.

IaaS, Infrastructure-as-a-Service (infraestrutura como um serviço)

IaaS é o que mais se aproxima do que entendemos hoje da infraestrutura dos servidores físicos replicados em um ambiente em Nuvem.

Flexibilidade de uma estrutura “on-demand” é o principal benefício do IaaS, quando comparado com o que você poderia ter em sua estrutura física. Por exemplo, se você sabe que em determinada época do ano você tem “picos” de vendas de seu ecommerce, você pode contratar recursos extras apenas para esse período.

Já numa estrutura física, se você comprar um equipamento para atender os picos de vendas, ele acaba sendo sub utilizado fora deste período.

Modelos de implantação de Cloud Computing (Computação em Nuvem)

De acordo com a política de segurança de dados, a infraestrutura de rede para acesso aos dados em Cloud Computing pode ser realizada de 3 formas:

  • Public Cloud (Nuvem pública): servidores compartilhados e acessados pela Internet.
  • Private Cloud (Nuvem privada): empresas que exigem um controle completo do ambiente, utilizam o conceito de cloud computing, mas em uma estrutura local.
  • Hybrid Cloud (Nuvem híbrida): é a combinação de recursos locais, conectados em uma infraestrutura em Public Cloud. Este formato pode ser empregado de diversos modos, desde para a guarda de dados, como para a troca de dados entre matriz e filiais.

À medida em que a tecnologia se renova e é atualizada em curtíssimo espaço de tempo, explorar esses modelos de serviços de cloud computing e identificar quais são ideiais para o seu negócio pode ajudá-lo a reduzir custo.

Como serviço, os próprios fornecedores correm atrás de entregar soluções cada vez mais atualizadas, regulados pelo número de ofertas de soluções como SaaS, PaaS e IaaS.

Bem vindo à era do Cloud Computing!

Comprar Tecnologia para Empresas Comprar iPad para empresas comprar Adobe Compra Microsoft comprar Oracle Comprar Red Hat Comprar VMWare Comprar Autodesk Autocad Comprar Cisco Comprar Veeam Comprar EATON
Gestão de TI
6 Dicas para você ser um melhor gerente de TI
Gestão de TI
Comece 2015 com o pé direito, otimize sua infraestrutura de TI
Gestão de TI
Sua empresa está preparada para a internet das coisas?